O BEIJÓDROMO DE DARCY E LELÉ: UM PRESENTE PARA BRASÍLIA

Publicado
2019-12-31

    Autores

  • Cláudia Estrela Porto UnB

Resumo

Darcy Ribeiro nunca escondeu de ninguém que acalentava o sonho de ver construída a sede definitiva de sua Fundação no campus da Universidade de Brasília (UnB). Para tanto, contanto com o apoio de Oscar Niemeyer, encomendou o projeto ao arquiteto João Filgueiras Lima. A rigor, Darcy Ribeiro pediu ao Lelé "apenas" o "projeto de uma biblioteca" para acolher o seu acervo de livros, mobiliário particular e a rica coleção de arte plumária de sua primeira mulher, Berta Ribeiro. De 1996 a 2010, Lelé desenvolveu o projeto que, com o tempo e a colaboração do próprio Darcy, foi sendo aperfeiçoado, de modo a refletir claramente o pensamento dos dois criadores. Nasceu de tal parceria a sede da Fundação Darcy Ribeiro com o "beijódromo", erguida no coração da UnB. Uma edificação circular em dois pavimentos, com 32,20m de diâmetro interno e 37m de diâmetro de cobertura, tal como uma tenda de circo (ou uma maloca indígena, como preferia Darcy), que se lança para o alto em sua parte central e acolhe um espaço circular ajardinado, de 12m de diâmetro e pé-direito duplo. Trata-se de uma obra singular. Não apenas um memorial. Lelé soube desenhar o sonho de Darcy. Uma "espaçonave" que descansa suavemente em solo universitário, contendo e preservando o pensamento de Darcy Ribeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...
Como Citar
PORTO, C. E. O BEIJÓDROMO DE DARCY E LELÉ: UM PRESENTE PARA BRASÍLIA. Revista Thésis, Rio de Janeiro, v. 2, n. 5, 2019. DOI: 10.51924/revthesis.2018.v2.209. Disponível em: https://thesis.anparq.org.br/revista-thesis/article/view/209. Acesso em: 3 ago. 2021.