ESPAÇOS PÚBLICOS DE BRASÍLIA: USO, APROPRIAÇÃO, VALORIZAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO

Publicado
2019-12-31

    Autores

  • Eduardo Pierrotti Rossetti UnB

Resumo

O artigo aborda os usos e a ocupação dos espaços públicos do Plano Piloto de Brasília. Brasília não escapou deste fenômeno global. Trata-se de um fenômeno contemporâneo que por meio de eventos culturais, festas, feiras, atos políticos, etc, revela um processo de transformação em curso. o debate sobre a ocupação dos espaços urbanos tangencia a questão do pertencimento à cidade, mas também revigora o entendimento das relações de memória e afetividades que são construídas com os espaços, possibilitando outras abordagens sobre as funções e desígnios inaugurais de tais espaços. É diante deste processo dinâmico que vale refletir sobre a transformação dos valores patrimoniais e do status do tombamento de Brasília como cidade contemporânea e não apenas como paradigma de modernidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...
Como Citar
ROSSETTI, E. P. ESPAÇOS PÚBLICOS DE BRASÍLIA: USO, APROPRIAÇÃO, VALORIZAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO. Revista Thésis, Rio de Janeiro, v. 2, n. 5, 2019. DOI: 10.51924/revthesis.2018.v2.214. Disponível em: https://thesis.anparq.org.br/revista-thesis/article/view/214. Acesso em: 3 ago. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)