Cartografias temporárias da cidade de Natal-RN

Publicado
2022-12-21
Palavras-chave: intervenções temporárias, neoliberalismo, cartografia social, Natal-RN temporary interventions, neoliberalism, social cartography, Natal-RN intervenciones temporales, neoliberalismo, mapeo social, Natal-RN

Resumo

À medida que nos distanciamos dos espaços públicos da cidade perdemos qualidades essenciais à manutenção da vida coletiva, dos direitos sociais adquiridos e manifestados nas ruas. Esse distanciamento tem se afirmado na cidade moderna, promovendo uma alienação no modo dos indivíduos usarem e se relacionarem com os distintos lugares no espaço. Nesse contexto, de desfragmentação do convívio citadino e da afirmação da fluidez das novas relações, a imposição dos princípios neoliberais tem se mostrado como um dos indutores onde, por meio de processos que orientam a mercantilização da vida, regulam desde o campo político e socioeconômico as expressões culturais e a construção das cidades. Em oposição, novas possibildades de uso e apropriação do espaço surgem e revelam outras possibilidades de se intervir na cidade de forma coletiva e menos padronizada. Essas ações, também chamadas táticas, são aqui tratadas como intervenções temporárias e foram caracterizadas pela sua temporalidade efêmera, pela participação coletiva e capacidade de transformar os espaços da cidade, ainda que por períodos determinados, em lugares de acolhimento e livre expressão da cultura. Neste artigo, busca-se compreender as relações dessas estratégias materializadas nos espaços livres públicos com a democratização do acesso à cidade a partir de uma discussão estruturada em quatro partes: introdução, reflexão teórica, análise do campo empírico por meio de cartografias sociais e entrevistas, tomando como base quinze intervenções mapeadas na cidade de Natal-RN, e as considerações finais.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ACSELRAD, Henri; COLI, Luis Régis. Disputas cartográficas e disputas territoriais. In: ACSELRAD, Henri (Org.). Cartografias sociais e território: Um diálogo latino-americano. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional, 2008. p.13-45.

BRENNER, Neil. Espaços de Urbanização. O urbano a partir da teoria critica. 1 ed. Rio de Janeiro: Letra capital – Observatório das metrópoles, 2018. 356 p.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. O lugar no/do mundo. São Paulo: FFLCH, 2007. 85 p.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova razão do mundo. Ensaio sobre a sociedade neoliberal. Tradução Mariana Echalar. São Paulo: Boitempo, 2016. 413 p.

DEBORD, G. A Sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

FONTES, Adriana Sansão. Intervenções temporárias, marcas permanentes. A amabilidade nos espaços coletivos de nossas cidades. Tese de Doutorado. Rio de Janeiro: PROURB-FAU/UFRJ, 2011.

LEITE, Rogerio Proença. Contra-usos e espaço público. Notas sobre a construção social dos lugares na Manguetown. In: Revista brasileira de Ciências Sociais. São Paulo: Junho, 2002. v. 17. n. 49. p. 115-134. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-69092002000200008

LEFEBVRE, Henri. O Direito à cidade. Tradução Rubens Eduardo Frias. 5. ed. São Paulo: Centauro, 2008b [1966]. 141 p.

LYDON, Mike et. al. Tactical Urbanism: Short-term Action for Long-term Change. Journal of the American Planning Association. Routledge: 2015.

HARVEY, David. A Condição Pós-Moderna. Uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. 25 ed. São Paulo: Loyola, 1996.

SEMURB. Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo. Anuário de Natal: 2017-2018. Natal:2018.

SENNET, Richard. Construir e habitar. Ética para uma cidade aberta. Tradução de Clóvis Marques. 1 ed. Rio de Janeiro: Record, 2018.

SILVA, Eduardo Robini da. et al. Caracterização das pesquisas de teses em administração com abordagem qualitativa, v. 06, n. 01. Roraima: Revista de Administração de Roraima –RARR, 2016. p. 204-223. DOI: https://doi.org/10.18227/2237-8057rarr.v6i1.3032

UDAYASURIYAN, Aparna. Bottom-up Urbanism in temporary Urban space. Research Master Planning and Sustainability. Université de Tours (Tese de Mestrado). França: 2016.

Como Citar
CARVALHO, M.; ATAÍDE, R. M. da C. Cartografias temporárias da cidade de Natal-RN . Revista Thésis, Rio de Janeiro, v. 7, n. 14, 2022. DOI: 10.51924/revthesis.2022.v7.319. Disponível em: https://thesis.anparq.org.br/revista-thesis/article/view/319. Acesso em: 15 jun. 2024.