Escritas urbanas, corpo e cidade contemporânea: pelo enriquecimento da experiência urbana.

Publicado
2017-10-11

    Autores

  • Bárbara Hypolito

Resumo

A relação estabelecida entre corpo e cidade por meio da intervenção das escritas urbanas no espaço público é do que trata este artigo. A pesquisa se utiliza do método da cartografia que possibilita vivenciar a cidade contemporânea no encontro do corpo com suas manifestações públicas e artísticas. Dessa forma, busca ações alternativas para escapar da passividade corporal instaurada por um sistema que desenvolve cidades e sociedades descorporificadas e empobrecidas no que se refere à experiência urbana. Pretende ampliar a discussão acerca do planejamento das cidades, as possibilidades de leitura e de produção do espaço urbano incentivadas por ações sociais e artísticas, micropolíticas, de resistência sensível.

Palavras chave: experiência urbana, corpo, cidade contemporânea, escritas urbanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Profanações. São Paulo: Boitempo, 2007.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil Platôs – Capitalismo e Esquizofrenia. Vol. 1. São Paulo: Editora!34, 1995.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil Platôs – Capitalismo e Esquizofrenia. Vol. 5. São Paulo: Editora!34, 1997.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil Platôs – Capitalismo e Esquizofrenia. Vol. 1. São Paulo: Editora!34, 1995.

DELEUZE, Gilles. O abecedário de Gilles Deleuze. Entrevista com G.Deleuze. Editoração: Brasil, Ministério da Educação, TV Escola, 2001. Paris: Éditions Montparnasse, 1997, VHS, 459min.

DELEUZE, Gilles; PARNET, Claire. Diálogos. Trad. Eloisa Araújo Ribeiro, São Paulo: Escuta, 1998.

ESPINOZA, Benedictus de. Ética. Trad. Tomaz Tadeu. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2007[1677].

FUGANTI, Luiz. Agenciamento. 2010. Disponível em: <http://www.luizfuganti.com.br/escritos/textos/74-agenciamento>. Acesso em março de 2015.

GITAHY, C. O que é graffiti. Coleção primeiros passos. São Paulo: Brasiliense, 1999.

GUATTARI, Félix. As três ecologias. Trad. Maria Cristina F. Bittencourt. Campinas: Papirus, 1990.

GUATTARI, Félix. Caosmose: Um novo paradigma estético. Trad. Ana Lúcia de Oliveira e Lúcia Cláudia Leão. São Paulo: Ed. 34, 1992.

JACQUES, Paola Berenstein; BRITO, Fabiana Dultra. Corpografias urbanas: relações entre o corpo e a cidade. In: LIMA, Evelyn F. Werneck (org.). Espaço e teatro: do edifício teatral à cidade como palco. Rio de Janeiro: 7letras, 2008.

JACQUES, Paola Berenstein, Zonas de tensão: em busca de micro-resistências urbanas. In: Livro Corpocidade: debates, ações e articulações / org. Paola Berenstein Jacques, Fabiana Dultra Britto. Salvador: EDUFBA, 2010.

JACQUES, Paola Berenstein; BRITO, Fabiana Dultra. CORPO & CIDADE: Coimplicações em processo. In: Revista da Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte: UFMG, v.19, nº 1 e 2, p. 142–155, Jan-Dez/2012.

KASTRUP, Virgínia; PASSOS, Eduardo; ESCÓSSIA, Liliana. (orgs). Pistas do método da cartografia: Pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. Porto Alegre: Sulina, 2010.

LARROSA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. In: Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro, nº 19, p. 20-28, Jan-Abr/2002.

LASSALA, Gustavo. Pichação não é pixação: uma introdução à análise de expressões gráficas urbanas. São Paulo: Altamira Editorial, 2010.

MAGALHÃES, Sérgio Ferraz. A cidade na Incerteza: Ruptura e continuidade em urbanismo. Rio de Janeiro: Ed. PROURB, 2007.

MAGNAVITA, Pasqualino Romano. Cidade, cultura, corpo e experiência. In: Revista Redobra. Salvador: Cian Gráfica e Editora Ltda, v. 10 p.27-32. Out./2012.

PETERS, Michel. Pós-estruturalismo e filosofia da diferença: uma introdução. Trad. Tomaz Tadeu. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

RAMOS, Célia Maria A. Grafite, pichação & Cia. São Paulo: Annablume, 1994.

RINK, Anita. Graffiti: Intervenção urbana e arte. Curitiba: Appris, 2013.

ROLNIK, Suely. Cartografia Sentimental, Transformações contemporâneas do desejo. São Paulo: Estação Liberdade, 2011[1989].

SECCHI, Bernardo. Primeira Lição de Urbanismo. São Paulo: Perspectiva, 2006.

Como Citar
HYPOLITO, B. Escritas urbanas, corpo e cidade contemporânea: pelo enriquecimento da experiência urbana. Revista Thésis, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, 2017. DOI: 10.51924/revthesis.2017.v2.36. Disponível em: https://thesis.anparq.org.br/revista-thesis/article/view/36. Acesso em: 10 dez. 2022.