Relações espaciais e raciais no passado e no presente:

algumas reflexões

Publicado
2023-12-21
Palavras-chave: negro, história, racialização do espaço, segregação racial, invisibilidade black, history, racialization of space, racial segregation, invisibility negro, historia, racialización del espacio, segregación racial, invisibilidad

    Autores

  • Camila Silva IFSertãoPE/UFPB

Resumo

A história escrita oficial invisibilizou (e ainda invisibiliza) os negros, as mulheres e os pobres, seus modos de vida, suas formas de moradia, suas lutas, sua resistência. Focando nas relações raciais, o ocultamento das contribuições negras à memória e à história oficial retrata a relação de dominação e da supremacia do branco. O espaço urbano na contemporaneidade reflete o que história escolheu registrar e ocultar. É reflexo, e, ao mesmo tempo, condicionante das relações sociais e raciais. Tal ocultamento conduz a necessidade de repensar a cidade, a história, e de se libertar dessas prisões cognitivas, invisibilizadoras das resistências e estimuladoras da opressão. Na busca por compreender o presente pelo passado bem como compreender o passado pelo presente, este artigo tem como objetivo instigar algumas reflexões sobre a racialização dos espaços considerando o passado registrado/não registrado na história e alguns dos fenômenos que a grafam na contemporaneidade, a partir dos debates estruturados por estudiosos das relações raciais em meio a apreensão da produção do espaço.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BONDUKI, Nabil. Origens da habitação social no Brasil: arquitetura moderna, lei do inquilinato e difusão da casa própria. 4ª ed. São Paulo: Estação Liberdade, 2004.

GARCIA, Antônia dos Santos. Desigualdades raciais e segregação urbana em antigas capitais: Salvador, cidade d’Oxum e Rio de Janeiro, Cidade de Ogum. Rio de Janeiro: Garamond, 2009.

GONÇALVES, Regina Célia. Como e onde viviam os trabalhadores da Cidade da Parahyba (séculos XVI-XIX)? In: MOURA FILHA, Maria Berthilde; COTRIM, Márcio; CAVALCANTI FILHO, Ivan (Orgs.). Entre o rio e o mar: arquitetura residencial na cidade de João Pessoa. João Pessoa: Editora da UFPB, 2016.

LAO-MONTES, Agustin. Metrópolis Negras de Benin a Río de Janeiro y de Harlem a La Habana: Modernidades Afroamericanas y Cosmopolitismos Subalternos. (Conferencia Magistral, Casa de las Americas, La Habana, Cuba, junio 2019).

LE GOFF, Jacques. Documento/Monumento. In: LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas: Editora da UNICAMP, 1992, p. 203-231.

RIOS-NETO, Eduardo; RIANI, Juliana de Lucena Ruas. Desigualdades raciais nas condições habitacionais na população urbana. In: SANTOS, Renato Emerson dos. (org.) Diversidade, Espaço e Relações Étnicos-Raciais: O Negro na Geografia do Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

MCKITTRICK, Katherine. 'On Plantations, Prisons, and a Black Sense of Place', Journal of Social and Cultural Geography, 12:8 (2011): 947-963. DOI: https://doi.org/10.1080/14649365.2011.624280

PERRY, Keisha-Khan. Espaço urbano e memória coletiva: o conhecimento de mulheres negras em lutas políticas. In: Santos, Renato Emerson dos (Org.) Questões urbanas e racismo. Rio de Janeiro: DP et Alli & Associação Brasileira de Pesquisadores Negros, 2012.

SANDERCOCK, Leonie. Introduction: Framing Insurgent Historiographies for Planning. In: Making the Invisible Visible. A Multicultural Planning History. Los Angeles: University of California Press, 1998. DOI: https://doi.org/10.1525/9780520918573

SANTOS, Renato Emerson dos. Repertórios espaciais de ação na luta anti-racismo: o caso da Pequena África no Rio de Janeiro. In: Sánchez, Fernanda; Moreira, Paula Cardoso. (Org.). Cartografias do conflito no Rio de Janeiro. 1ed. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2019, p. 12-27.

SODRÉ, Muniz. O terreiro e a cidade: A forma social negro-brasileira. Petrópolis: Vozes, 1988.

TELLES, Edward. Segregação residencial. In: Racismo à Brasileira: uma nova perspectiva sociológica. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2003.

Como Citar
SILVA, C. Relações espaciais e raciais no passado e no presente:: algumas reflexões . Revista Thésis, Rio de Janeiro, v. 8, n. 16, 2023. DOI: 10.51924/revthesis.2023.v8.403. Disponível em: https://thesis.anparq.org.br/revista-thesis/article/view/403. Acesso em: 4 mar. 2024.