Diogo Seixas Lopes: sinal vital

Publicado
2021-04-28

    Autores

  • Ana Luiza Nobre PUC-Rio

Resumo

Pouco se sabe no Brasil acerca da arquitetura portuguesa contemporânea para além das obras consagradas de Álvaro Siza e Eduardo Souto de Moura e de um punhado de outros bons arquitetos – quase todos homens – sediados entre as cidades de Lisboa e Porto. Em parte, tal desconhecimento se deve a uma concertada operação política-cultural cuja expressão mais evidente, nos últimos tempos, foram as retrospectivas simultâneas, em 2019-20, dos dois Pritzkers, parceiros e amigos em duas das instituições mais influentes de Portugal em termos de arquitetura, ambas sediadas na região do Porto (Siza na Fundação Serralves, Souto de Moura na Casa da Arquitectura). Há mais no panorama contemporâneo português, porém, como mostra o livro recém-lançado pela Dafne Editora: uma frondosa monografia do arquiteto português Diogo Seixas Lopes (1972-2016), editada por seu amigo e interlocutor André Tavares (TAVARES, André e SEIXAS LOPES, Diogo. Arquivo Diogo Seixas Lopes, Porto: Dafne Editora, 2019).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...
Como Citar
NOBRE, A. L. Diogo Seixas Lopes: sinal vital. Revista Thésis, Rio de Janeiro, v. 5, n. 10, 2021. DOI: 10.51924/revthesis.2020.v5.236. Disponível em: https://thesis.anparq.org.br/revista-thesis/article/view/236. Acesso em: 18 jun. 2021.