Ação cartográfica na noite do museus

A percepção dos caminhos que permeiam a arte e a arquitetura da cidade

Publicado
2023-12-29
Palavras-chave: projeto de arquitetura e urbanismo, arquitetura e desconstrução, percepção de lugar, cartografia da hospitalidade, urbanismo contemporâneo architectural and urban design, architecture and deconstruction, cartography of hospitality, Perception of places, Contemporary urban design Diseño de Arquitectura y Urbanismo, Arquitectura y deconstrucción, Percepción del lugar,, Cartografía hotelera, urbanismo contemporáneo.

Resumo

O objetivo do artigo é relacionar a apropriação espacial na cidade contemporânea com a produção de lugar em suas arquiteturas. Entendemos que, eventos públicos como a Noite dos Museus, ações de apropriação espacial urbana, como o Projeto Cartografia da Hospitalidade e grandes exposições de arte contemporânea, como a Bienal do Mercosul são expressões culturais multidisciplinares, que adaptam e ressignificam espaços, produzindo lugares que, apesar de efêmeros, são manifestações da pluralidade dos desejos da urbanidade e agentes do por vir. Para exemplificar este entendimento, utilizamos como objeto de estudo as percepções e significações de lugares durante a Ação Cartográfica do grupo do Projeto de Pesquisa Cartografia da Hospitalidade, durante a Terceira Noite dos Museus, evento que ocorreu paralelamente a Bienal do Mercosul, no Centro Histórico de Porto Alegre, em 19 de maio de 2018.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ALVES, José Francisco (ORG). BIENAL 11 - O triângulo do Atlântico: catálogo da 11° Bienal do Mercosul. Porto Alegre: Fundação Bienal do Mercosul, 2018.

CASTELLO, Lineu. A percepção de lugar: repensando o conceito de lugar em arquitetura-urbanismo. Porto Alegre: PROPAR-UFRGS, 2007.

CASTELLO, L.; SMIDT, L. Uma ideia resiliente na história do urbanismo. In: XII SHCU - SEMINÁRIO DE HISTÓRIA DA CIDADE E DO URBANISMO. 2012, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: PROPAR/PROPUR UFRGS, 2012.

DERRIDA, Jacques. Uma arquitetura onde o desejo pode morar: entrevista de Jacques Derrida a Eva Meyer. NESBIT, Kate. Uma nova agenda para a arquitetura: antologia teórica. São Paulo: Cosac Naify, 2006, p. 166 e 172.

KASTRUP, Virginia; PASSOS, Eduardo; ESCÓSSIA, Liliana da (Orgs). Pistas do método da cartografia – pesquisa-intervenção e produção da subjetividade. Porto Alegre: Sulina, 2014.

PAESE, Celma. Errando te leio: a experiência do contramapeamento da cidade contemporânea. Pixo: revista de arquitetura, cidade e contemporaneidade. Pelotas: UFPEL, n.1, vol. 1, p. 138-149, 2017. Disponível em: <https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/pixo/issue/view/634> Ultimo acesso: 12 de agosto de 2018. DOI: https://doi.org/10.15210/pixo.v1i1.11135

Sites

WIEDERSPAHN, Theo. DELFOS – espaço de documentação e memória cultural da PUC-RS. Disponível em: <http://www.pucrs.br/delfos/?p=theo> Último acesso em 15 de agosto de 2018.

CARTOGRAFIA DA HOSPITALIDADE – Projeto de pesquisa. Disponível em:

<https://cartografiadahospita.wixsite.com/cartografia> Último acesso em 15 de agosto de 2018.

Como Citar
PAESE, C.; BORTOLI, F. Ação cartográfica na noite do museus: A percepção dos caminhos que permeiam a arte e a arquitetura da cidade. Revista Thésis, Rio de Janeiro, v. 3, n. 6, 2023. DOI: 10.51924/revthesis.2023.v3.468. Disponível em: https://thesis.anparq.org.br/revista-thesis/article/view/468. Acesso em: 16 abr. 2024.