Uma outra estratégia projetual: Arquitetura em Curitiba nos anos 1960-1970

Publicado
2022-12-21
Palavras-chave: metodologia de projeto, circulação de ideias, arquitetura pós-modernista, arquitetura brasileira, Curitiba design methodology, circulation of ideas, post-modernist architecture, Brazilian architecture, Curitiba Metodología de proyecto, circulación de ideas, arquitectura brasileña, Curitiba, arquitectura pos-modernista

Resumo

Em 1977, o arquiteto brasileiro Jaime Lerner reformulou seu projeto para um campus universitário, originalmente proposto em 1971. Na nova proposta, o arquiteto sediado em Curitiba adotou uma abordagem fortemente vinculada ao meio social e ao entorno físico. A alteração na estratégia projetual parece ter respondido a proposições internacionais que reagiam ao pensamento modernista. Assim, este trabalho averigua a repercussão do ideário pós-modernista em Curitiba nos anos 1960 e 1970 através da observação da trajetória, do discurso e da experiência profissional de Lerner. Apoiado no método histórico-interpretativo e na argumentação lógica, este estudo de caso envolve metodologia de projeto, análise contextual e estudos sobre a circulação global de ideias para mostrar que a arquitetura – inventiva, inovadora – produzida em Curitiba naquele período esteve mais sujeita a considerações pós-modernistas do que reconheceram seus projetistas e, com isso, identifica uma prática projetual que capitalizou com os aspectos socioculturais e ambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ALEXANDER, C. Notes on the synthesis of form. Cambridge, Mass.: Harvard University Press, 1964.

AVANCI, R. A. UEM, campus e planos. Formalizando a universidade planejada. (Dissertação de mestrado). Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2016.

AVERMAETE, T. Stem and web: a different way of analysing, understanding and conceiving the city in the work of Candilis-Josic-Woods. In: HEUVEL, D. van den. Team 10: Between modernity and the everyday. Delft: TU Delft, 2003. pp. 237-281.

BERRIEL, A.; SUZUKI, J. H. (org.). Memória do Arquiteto: Pioneiros da Arquitetura e do Urbanismo no Paraná. Curitiba: IAB-PR: Editora UFPR, 2012.

COHEN, J.-L.; ELEB, M. Casablanca. Colonial myths and architectural ventures. New York: The Monacelli Press, 2002.

FARIA JUNIOR, W. J. B. DE. Poty Lazzarotto: contextos, sociabilidade e produção artística. (Dissteração de mestrado). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2016.

FORTY, A. Words and buildings. A vocabulary of modern architecture. London: Thames & Hudson, 2013.

FRAMPTON, K. Modern architecture. A critical history. London: Thames & Hudson, 1992.

GNOATO, L. S. P. Arquitetura de Curitiba, transformações do Movimento Moderno. (Tese de doutorado). Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.

GOLD, J. R., HEIN, C., ORILLARD, C., REGO, R. L.; PÉREZ OYARZUN, F. Complexity and contradiction: in memoriam Robert Venturi. Planning Perspectives, 34 (3), pp. 533-538, 2019. https://doi.org/10.1080/02665433.2019.1587927.

HEALEY, P; UPTON, R. (ED.). Crossing borders. International exchange and planning practices. London: Routledge, 2010.

IPPUC. Estudo preliminar do metrô de Curitiba. Curitiba: IPPUC, 1969.

JANUÁRIO, I. C. A arquitetura de Joel Ramalho Junior, Leonardo Oba e Guilherme Zamoner nos anos de 1970: concursos nacionais, respostas curitibanas. (Dissertação de mestrado). Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2018.

JOEDICKE, J. Candilis Josic Woods. Una década de arquitectura y urbanismo. Barcelona: GG, 1968.

LERNER, J. Acupuntura urbana. 2 ed. Rio de Janeiro: Record, 2005.

LERNER, J. O que é ser urbanista (ou arquiteto de cidades): memórias profissionais de Jaime Lerner. Rio de Janeiro: Record, 2011.

MONTANER, J. M. Después del movimento moderno. Arquitectura de la segunda mitad del siglo XX. Barcelona: Gustavo Gili, 1995.

NORBERG-SCHULZ, C. Intentions in architecture. Cambridge, Mass.: The MIT Press, 1965.

PACHECO, P. C. A arquitetura do Grupo Paraná. (Tese de doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

PACHECO, P. C. O risco do Paraná e os concursos nacionais de arquitetura 1962-1981. (Dissertação de mestrado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2004.

POUGY, G. Curitiba: urbanismo essencial. Curitiba: Insight, 2021.

REGO, R. L.; JANUÁRIO, I. C.; AVANCI, R. A. Candilis-Josic-Woods: transatlantic ideas and design affinities. Cadernos ProArq, 35 (Dezembro), pp. 28-45. 2020. https://doi.org/10.37180/2675-0392-n35-3.

RETTO JÚNIOR, A. DA S. Anotações acerca do legado do arquiteto italiano Vittorio Gregotti: história, contexto e projeto. Pós, 27 (50), pp. 1-13, 2020. e168065. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.posfau.2020.168065.

SANDOVAL-STRAUSZ, A. K.; KWAK, N. H. (ED.). Making cities global. The transnational turn in urban history. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 2018.

SEGAWA, H. Outro programa de passeio, agora em Curitiba. Projeto, 89, pp. 31-32, 1986.

SILVA, P. S. B. DA. Jaime Lerner arquiteto: 1962-1971 (Dissertação de mestrado). Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018.

SMITHSON, A. (ED.). Team 10 primer. Cambridge, Mass.: The MIT Press, 1968. 1 ed. 1962.

SOARES, M. J. S. O espaço do patrimônio na “cidade-modelo”: instrumentos, práticas e conflitos no centro antigo de Curitiba. (Dissertação de mestrado). Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

SUZUKI, J. H. Um conceito em concreto: residência Jaime Lerner em Curitiba. Trabalho apresentado no X SEMINÁRIO DOCOMOMO BRASIL. Curitiba, 2013. pp. 1-9.https://docomomo.org.br/wp-content/uploads/2016/08/OBR_43.pdf

TAFURI, M. Architecture and utopia, design and capitalist development. Cambridge, Mass.: The MIT Press, 1976. 1 ed. 1973.

WARD, S. V. Planning diffusion. Agents, mechanisms, networks, and theories. In C. Hein (Ed.), The Routledge handbook of planning history. London: Routledge, 2018. pp. 70-90.

VATTIMO, G. O fim da modernidade. Niilismo e hermenêutica na cultura pós-moderna. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

VIANNA, F. B. Revisitando Toulouse Le Mirail: da utopia do presente ao futuro do pretérito. Pós, 25 (47), pp. 34-50, 2018. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v25i47p34-50.

VSBA. Writings about Venturi, Scott Brown and Associates. http://venturiscottbrown.org/bibliography/completebiblio.pdf. 2021.

ZEIN, R. V. Arquitetos no Paraná, algumas diferenças nas mesmas estórias. Projeto, 89, julho, pp. 28-30, 1986.

Como Citar
REGO, R. L.; JANUÁRIO, I. C.; AVANCI, R. A. Uma outra estratégia projetual: Arquitetura em Curitiba nos anos 1960-1970. Revista Thésis, Rio de Janeiro, v. 7, n. 14, 2022. Disponível em: https://thesis.anparq.org.br/revista-thesis/article/view/287. Acesso em: 15 jun. 2024.